logo_bd.gif (11959 bytes)


1-bonsai.gif (4389 bytes)

Bonsai 02

 

 

 

 

O que é Bonsai?   

Arte oriental de miniaturizar plantas. Originou-se na China, por volta de 202 a.C., sendo no Japão que se tornou uma alta forma de expressão artística.

Seu nome em japonês, Bonsai, significa "cultivado em bandeja".
Sendo uma arte viva, torna-se uma obra nunca terminada, em constante transformação nas mãos do artista, fonte inesgotável de inspiração e meditação.

A relação do artista e o bonsai, se traduz num eterno namoro entre homem e natureza, onde cada passo leva a uma nova descoberta. Neste ambiente de integração e paz, a longevidade do bonsai uni gerações em busca de novas formas e amigos.

Bonsai 01 Bonsai no Brasil   

Sendo uma arte oriental, teve seu despertar no Brasil com a imigração japonesa que junto com as famílias vinham pequenas maravilhas, talvez uns poucos exemplares mas suficientes para manter viva a arte do Bonsai. Durante anos seu cultivo ficou restrito a essas famílias e seus descendentes.

Com a convivência as culturas se mesclaram e o conhecimento do Bonsai se difundiu em torno das colônias japonesas. E cada vez mais se expande trazendo não só a beleza intrínseca da obra, mas seu lado espiritualista no tocante à integração Homem Natureza.

 

Começando no Bonsai   

Comecei a trabalhar com bonsai em 1989. Fiz vários cursos onde tive o prazer de conhecer o Sr. Hidaka ("o papa do Bonsai no Brasil"), o Sr. Kamimura e várias outras pessoas ligadas a Arte do Bonsai.

Um ano depois (1990), resolvi levar o Bonsai a sério e junto com o Sr. Kamimura montamos um viveiro de bonsai (lugar onde se "produz" bonsai). Trabalhar com bonsai é acima de tudo uma terapia onde o entrosamento com a natureza é essencial.

A Bonsai Design produz seus bonsai em Campinas (SP). Se você precisar alguma informação ou serviço ligado ao cultivo de bonsai, entre em contato que teremos prazer em ajudá-lo.

Cuidados Básicos com o Bonsai   

Na verdade não existe uma regra milagrosa que garanta um desenvolvimento sadio para qualquer espécie e estilo de bonsai. Para entendermos melhor que tipos de cuidados devemos ter com o Bonsai, analisaremos a questão utilizando uma visão hierárquica de um Bonsai:
O Vegetal - Cada tipo, espécie de planta, requer cuidados singulares.
A Técnica - Um bonsai pode ser estilizado de várias formas, cada uma com cuidados apropriados.
Resumindo: Primeiro vem o Vegetal (planta), e depois vem a Técnica (Bonsai). Para o cultivo deveremos primeiro satisfazer as necessidades da planta e depois as da técnica.

Considerando as necessidades básicas de um vegetal, temos:
     Água
     Sais Minerais
     Luz Solar
     "Ar"


Água e Sais Minerais
E
xiste uma relação entre a área (volume ocupado) da copa de uma árvore e a área das raízes, normalmente existe um equilíbrio (igualdade),dessas "áreas". Esta relação proporciona um volume de nutrientes adequado, assim como uma boa sustentação mecânica ("árvore ficar de pé").
Bonsai_05 Em um bonsai esta relação de equilíbrio entre copa e raiz não existe, temos sim uma área de copa muito maior do que a das raízes. Assim para mantermos a quantidade de nutrientes necessários para um bonsai onde a área da copa é maior do que a das raízes, deveremos aumentar a quantidade de água e sais minerais. Será prudente manter a terra do vaso úmida ao toque, é este nível mínimo de umidade que determinará a periodicidade das regas, tomar cuidado para não deixar a água empoçar. Devemos adubar com mais freqüência (sais minerais e compostos orgânicos), uma vez por mês será razoável.

"Ar"
A planta deverá ficar em local ventilado. Não devemos deixar acumular muita poeira sobre as folhas. Se o bonsai não ficar sob a chuva, durante as regas ´deveremos molhar também as folhas, desde que a rega ocorra fora do período de sol direto pois as folhas poderão ser queimadas.

Luz Solar
T
odas as plantas de cor verde, realizam o conhecido processo de Fotossíntese onde a intensidade da luz solar é fundamental e difere entre as espécies. Vamos tentar entender o que significa esta qualidade "Luz Solar".
A luz solar é composta por um conjunto de tipos (freqüências) de "luzes", isto é, temos raios ultravioleta, as cores do arco-íris, enfim, um espectro amplo e bem definido. Uma planta necessita de luz com determinadas características, e quando alterações nessas características acontecem, observamos comportamentos (crescimento, floração, ...), diferentes. É bem verdade que o bonsai natural é normalmente encontrado em grandes altitudes, onde a intensidade dos raios UV é maior (atmosfera menos densa), e tem como efeito direto o retardamento no crescimento das plantas. Podemos entender agora a existência de diferenças entre iluminação indireta, iluminação filtrada (janelas de vidro) e iluminação direta.

Considerando as espécies mais utilizadas para bonsai podemos dividi-las nas classes Exterior e Interior.
Para EXTERIOR deveremos ter uma exposição a luz solar direta de pelo menos 4 horas diárias. Nesta classe podemos citar como exemplo as coníferas ou popularmente chamados "Pinheiros"
Para INTERIOR é necessário que o bonsai receba luz direta e/ou indireta durante 4 horas diárias, é aconselhável que uma vez por semana o bonsai seja exposto a luz solar direta, se possível no período da manhã, durante 3 a 4 horas.

Cuidados Básicos com o Bonsai - RESUMO

Estilos de Bonsai   

Os nomes japoneses para cada estilo estão em negrito. Poderemos observar variações nos nomes traduzidos, porque a tradução é realizada de forma a manter a mesma fonética da palavra original em japonês. Existem inúmeros estilos, esta é uma pequena relação.
Os desenhos dos estilos apresentados a seguir são de © Allen C. Roffey.

  Tchokkan - Ereto formal
  Han-Kengai - Semi cascata
  Moyogui - Ereto informal
  Sekijoju - Raiz sobre rocha
(enraizando no solo)
  Yose-Ue - Plantio de várias plantas
da mesma espécie em forma de bosque
em bandeja rasa (sempre ímpar)
  Kengai - Forma de uma cascata
  Shakan - Estilo tronco inclinado
  Sookan - Dois troncos

Ferramentas   

As atividades manuais específicas do cultivo de bonsai, poderão ser divididas em três grandes grupos, isto é:

Desta forma teremos conjuntos de ferramentas específicas para cada atividade.

Poda de Raiz

É necessário que se faça poda de raiz no bonsai periodicamente, para mantê-la reduzida. Dependendo do tamanho (espessura) das raízes da planta em que se está trabalhando, necessitaremos de tesoura para a poda de tamanho diferente. Para cortar as raízes mais finas (delicadas) é interessante uma tesoura pequena, mas para cortar raízes mais grossas precisaremos de uma tesoura maior.

Poda de Galhos e Folhas

A poda de galhos e folhas também deverá ser realizada de uma maneira periódica, sendo sua freqüência normalmente maior do que a poda de raiz. Nesta atividade temos ferramentas desenvolvidas especialmente para alguns tipos de plantas que necessitam que suas folhas sejam desbastadas e este procedimento se faz através de tesoura com ponta fina e pinças de diferentes tamanhos e formatos.

Aramação ou Amarração

Para dar forma a planta, definindo um estilo para o bonsai. Necessitamos ter controle sobre a tortuosidade de cada galho. Para elucidar este ponto, vamos imaginar que dispomos de um tubo plástico flexível do qual gostaríamos de moldar a forma da letra "S". Se simplesmente entortamos o tubo, o "S" permanecerá formado enquanto estivermos segurando. Para resolver este problema usaremos de um artifício, enrolando ao longo do tubo um arame. Certamente agora conseguiremos manter a forma da letra "S", o arame enrolado garantirá a rigidez necessária. Em bonsai, utilizamos o mesmo artifício. Os galhos que queremos dar forma serão envoltos com arame, de preferência arame de cobre. Este arame deverá ser trocado/retirado para não "enforcar" o tronco com o desenvolvimento da planta (galho engrossando).  Poderemos também amarrar os galhos puxando-os para um lado determinado, dando forma ao estilo escolhido para o bonsai. Existem várias maneiras de se imprimir uma tortuosidade desejada aos galhos do bonsai, lembrar que as torções deverão ser sempre suportáveis pela planta evitando a quebra do galho. Normalmente para atingir uma envergadura acentuada levamos meses, faz-se a primeira torção, aguarda-se uns 2 meses e depois aumentamos a torção e assim por diante. 
Usaremos alicate de corte para retirar o arame.

Que tal simplificarmos um pouco!?!

Para iniciar na Arte do Bonsai precisaremos, em termos de ferramentas:
- 1 alicate de corte
- 1 alicate bico chato (bico de pato)
- 1 alicate bico fino
- 1 tesoura de poda (poderá ser usada para poda de galhos e raiz)
- 1 tesoura com ponta fina para podar folhas e galhos finos.

Para ilustrar selecionamos algumas ferramentas, com fotos obtidas de catálogos dos seguintes fabricantes: ARS e OKATSUNE. As fotos não apresentam "riqueza de detalhes", mas poderemos ter uma idéia da forma e da aplicação de cada ferramenta.

Tesoura T01
Podemos ver pela foto T01 a forma e estilo da tesoura, como vemos nas fotos T01F1 e T01F2, esta tesoura poderá ser utilizada na poda de galhos e raiz. Podemos dizer que esta é uma tesoura básica.
Tesoura T01 Foto  T01F1 Foto T01F2
Tesoura T28
Esta tesoura é utilizada para realizar poda de galhos finos e médios, sendo fina, facilita a poda dos galhos internos (foto T28F1)
Tesoura T28 Foto T28F1.
Tesoura T216
Outra tesoura de corte, esta tem a ponta mais fina, foto T216. A foto T216F1 mostra uma de suas aplicações
Tesoura T16
Esta tesoura é utilizada para poda de galhos. O formato da tesoura garante um bom acabamento no corte, repare nas fotos antes e depois da poda, fotos T16F1 e T16F2
Tesoura T335
Pela foto T335 podemos ver porque o nome desta ferramenta é "tesoura côncava", seu formato define o estilo de "cicatriz" que ficará no tronco, foto T335F1.
Pinça P127
Podemos ver pela foto P127 o estilo da pinça e pelas fotos P127F1 e P127F2 sua utilidade para desbastar as folhas e ajustar a terra no vaso.
Mais algumas tesouras de poda.
Repare na semelhança entre as tesouras T01 e T503.

Para cada forma que se deseja imprimir ao bonsai, usaremos um estilo de poda e/ou aramação diferente. Sendo uma arte, a escolha do tipo de "cicatriz" deixada por uma poda, dependerá somente do artista, onde usará a ferramenta que mais lhe convier.

Existem centenas de ferramentas para bonsai, cada uma mais específica que a outra. Temos estojos em couro com conjunto de ferramentas cromadas, que podem custar US$2,000 ou mais.

Para cultivarmos bonsai, não precisaremos necessariamente desta gama de ferramentas.
Lembre-se que a ferramenta mais importante somos nós mesmos, os maestros da transformação.


go-bonsa.jpg (2163 bytes)go-gal.jpg (2076 bytes)go-info.jpg (2450 bytes)go-bd.jpg (2310 bytes)
jan/2010- By Marli C Saraiva